Middle Earth - Tatical II

Middle Earth - Tatical II

Sejam bem-vindos ao Middle Earth Tatical II!
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 O Bolsão (Bag End)

Ir em baixo 
AutorMensagem
Bilbo Bolseiro

avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/01/2010

MensagemAssunto: O Bolsão (Bag End)   Seg Fev 01, 2010 11:15 pm

Home of Bilbo Baggins in Hobbiton in the Westfarthing of the Shire. Bag End was a spacious Hobbit-hole built in the side of the Hill near the Water. Three smaller holes were located on the at the bottom of the Hill on Bagshot Row.

Bag End had a round, green door with a brass knob in the middle. The interior doors were also round, as were the windows. The main hallway was rounded like a tunnel, with rooms on either side - the best being on the left-hand side because they had windows overlooking the garden and beyond. The rooms were all on the same level. They included bedrooms, bathrooms, cellars, pantries, wardrobes, kitchens, dining rooms, and a study. The rooms were comfortably furnished, the walls were panelled, and the floors were tiled and carpeted.

Bag End was built by Bilbo's father Bungo Baggins on the occasion of his marriage to Belladonna Took. After his mother's death in 2934, Bilbo inherited Bag End and lived there peacefully for some time until Gandalf the Grey came along one day in 2941 and persuaded Bilbo to go on an adventure. When Bilbo returned he discovered that he was presumed dead and that the Sackville-Bagginses were measuring the rooms of Bag End in anticipation of moving in. They were sorely disappointed.

Bilbo lived alone at Bag End until he invited his orphaned cousin Frodo Baggins to live with him around 2989. Bilbo left Bag End to Frodo when he left the Shire in 3001. When Frodo in turn left the Shire with the One Ring, he sold Bag End at a bargain price to Lobelia Sackville-Baggins, on the pretense that his money was running out and he was moving to a smaller residence at Crickhollow in Buckland. Frodo left Bag End on September 23, 3018.

After the War of the Ring, Saruman traveled to the Shire, where he had contacts with Lotho Sackville-Baggins and others. There he hoped to seek revenge for the destruction of Isengard by spreading destruction to the Hobbits' homeland. Saruman moved into Bag End and ousted the Sackville-Bagginses by having Lobelia arrested and Lotho killed. Frodo returned and ordered Saruman to leave, but as he left Saruman was killed by Grima.

When Lobelia was released from the Lockholes, she gave Bag End back to Frodo. Bag End was restored to its former comfortable state. Frodo invited Sam Gamgee and Sam's new wife Rosie to move in with him in May of 3020. When Frodo left Middle-earth in 3021, he gave Bag End and its contents to Sam and his descendants.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bilbo Bolseiro

avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/01/2010

MensagemAssunto: Re: O Bolsão (Bag End)   Seg Fev 01, 2010 11:19 pm

No fim de tarde mais agrádavel da semana, sai de sua confortável toca, com o caximbo em sua boca, aceso ele se encontrava, soltando grande anéis de fumaça ao céu que desapareciam ao subir altos as grandes alturas dos céus, e logo ficou a caminhar pela calma rua das Colinas afastadas da área de trabalho da Vila dos Hobbits, olhando de modo que os Hobbits conseguem, para frente, sem se importar com nada, os Bolseiros eram renomados no Condado, famosos, são um clã nobre entre os Hobbits, porêm muito previsiveis, pois os Bolseiros eram famosos por nunca terem tido nenhuma aventura, ou terem feito nada inesperado, álias nunca um Hobbit perguntava nada a um Bolseiro pois ele já sabia o que ele pretendia dizer, e essa fama foi destruída pelo Penúltimo Bolseiro, e este Pequeno possui seu conto de que disse e fez coisas inesperadas, surpreendendo todos ,esse Hobbit era Bilbo Bolseiro, do Condado.

Em outrora ele havia participado forçadamente por Gandalf, O Mago para ir com um grupo de Anões (Dori, Ori, Nori, Balin, Dwalin, Óin, Glóin, Bifur, Bofur, Bombur e Thorin II) para irem recuperar seu reino perdido por um dragão, e passando por aventuras com Trolls, Orcs, Águias, Aranhas, Ursos, Homens... e por fim ele vivenciou sua grande aventura na Batalha dos Cinco Exércitos. E se tornou rico, até demais, voltando para seu Condado após mais de um ano de aventura. Sua fama percorreu todo o Condado, chegando Bree, e poucos sabiam que ela era tão grande que Elfos, Homens, e Anões sabiam da mesma, e de seus feitos.

E caminhando pelas ruas deixando para trás sua toca, o Bolsão (Bag End), mas essa não seria uma toca desagrádavel, suja e úmida, cheia de restos de minhocas e com cheiro de lodo, tampouco uma toca seca,vazia e arenosa, sem nada em que sentar ou o que comer : era a toca de um Hobbit, e isso quer dizer conforto.

A Toca tinha uma porta perfeitamente redonda como uma escotilha, pintada de verde, com uma maçaneta brilhante de latão amarelo extamento no centro, a porta se abria seguindo por um corredor em forma de tubo, como um túnel, um túnel muito confortável, sem fumaça, com paredes revestidas e com o chão ladrilhado e atapetado, com cadeiras de madeira polida e montes e montes de cabides para chapéus, casacos - o hobbit gostava de visitas. O Túnel descrevia um caminho cheio de curvas, afundando bastante, mas não em linha reta, no flanco da colina - A Colina, como todas as pessoas num raio de muitas milhas a chamavam -,e muitas portinhas redondas se abriam ao longo dele, um lado e do outro. Nada de escadas para o Hobbit, e sim : quartos, banheiros,adegas, despensas(muitas delas), guarda-roupas, sala de jantar, tudo ficava no mesmo andar, e na verdade, no mesmo corredor.

Os melhores cômodos ficavam todos do lado esquerdo(de quem entra), pois eram os únicos que tinham janelas,janelas redondas e fundas, que davam para o jardim e para as campinas além, que desciam até o rio.

Esse Hobbit era um Hobbit muito abastado, e seu nome era Bolseiro, os Bolseiros viviam naquelas bandas desde os tempos imemoriais, e as pessoas os consideravam muito respeitáveis, até Bilbo desfazer sua fama em suas aventuras, e ser chamado de "Estranho" não apenas por que em sua maioria eram ricos, mais também por que nunca tinha tido aventuras e feito nada inesperado: você podia saber o que um Bolseiro iria dizer, sem nem ao menos ter o trabalho de perguntar a ele. Essa é a História de um Bolseiro que teve mais uma aventura, e se viu fazendo e dizendo coisas totalmente inesperadas. Ele pode ter perdido o respeito de sesu vizinhos, mas ganhou - bem, vocês veram se ele ganhou alguma coisa no final.

Seu lado Tûk, se manifestou e seu lado Bolseiro se extinguiu, de uma certa forma, Bilbo, por um curioso acaso, numa manhã distante, na quietude do mundo, quando havia menos barulho e mais verde, e quando os Hobbits eram mais numerosos e prósperos, e Bilbo Bolseiro estava então caminhando cantarolando alguma velha canção provavelmente feita pelos Elfos de Valfenda, este se via seguindo por aquela estrada de terra, fumando um enorme caximbo de madeira que chegava quase aos lanudos dedos de seus pés (Cuidadosamente escovados) descalços, o sol brilhava no poente, e a grama estava muito verde. Soprando belos anéis de fumaça cinzenta, que se erguiam pelo ar sem se desmanchar e foi fluindo sobre a cabeça de Bilbo, com um polegar, com o resto da mão atrás de suas costas, e foi soprando outro anel de fumaça ainda maior, olhando para o Leste, e lá ele viu uma enorme árvore, seus pensamentos eram tão claros quanto a fumaça branca de seu caximbo :


"- 111 Anos, Bilbo, meu velho, de fato daqui a um ano que passa até depressa, será uma grande festança essa que pretende dar, a última, antes de suas finais aventuras... E onde irá achar um local calmo, talvez Valfenda, para terminar o livro. Ah sim, os Elfos de Valfenda me receberam bem, já recebi inúmeros convites por Gildor, enviados pelo mestre Elrond, de fato, devo me apressar com os preparativos! E a lista de convidados, espero que Gandalf venha para a festa."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bilbo Bolseiro

avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/01/2010

MensagemAssunto: Re: O Bolsão (Bag End)   Dom Mar 07, 2010 7:58 pm

E com aquele pensamento nitído em sua mente, o Sr. Bolseiro correu de volta para sua Toca, com seu caximbo na boca e com o pensamento distante, porém um sorriso podia ser visto em seus lábios, e sua mão direita no bolso de seu colete vermelho.

E ao se trancar em sua toca, ele foi-se para a cozinha, onde comeu um pedaço de bolo, ou dois. Lá pensando nos acontecimentos de que sua Festa causariam, em suas Viagens, em seus Planos, levou sua mente a sua antiga jornada à Erebor, e a suas conversas com Anões e os Elfos de Valfenda. Ria em seu intímo enquanto seu pensamento frequentemente se voltava para aquele seu pequeno anel, pensando em fugir com o mesmo para longe onde poderiam ter mais paz, e onde terminaria seu livro.

E por fim começou a redigir calmamente os convite para sua festa de Aniversário que lentamente para muitos, e ligeira demais se aproximavam para ele. Até mesmo pensando se podia ou não convidar os Sacola-Bolseiros, que iriam se manter mais esperançosos em conseguirem saquear o Bolsão.

O único convite problema era o de Gandalf, O Mago que não possuia um remetente para receber os convites, e isso de fato era um problema em tais ocasiões, mas, de tempos em tempos recebia notícias de Homens, Anões e principalmente dos Elfos.

Por fim ao lembrar do mesmo, olhou para Ferroada na parede, e soltou um vislumbre de um sorriso feliz, e um riso baixo. Bilbo redigia calmamente seus delicados convites par suas Festanças, e conforme se aproximava, mais e mais pessoas apareciam para serem convidadas, como também algumas pessoas apareciam para falarem dos preparativos da própria festa.

E logo ao outro dia já estava com dois enormes sacos de panos de cartas e mais cartas, colocando próximos a sua pequena portela, dentro de sua Toca. Porém não se atrevia a sair, pois acreditava que com o passar do tempo, os vizinhos também lembrando do Aniversário de Bilbo, se tornaram mais agitados e alguns vinham lhe cobrar convites ou encomendas para sua Festa.

Portanto o mais fácil a se fazer foi chamar o Carteiro, lhe dando uma farta gorjeta, e lhe pagando justamente para que entregasse todos os convites à tempo. O mesmo apesar de ter tentando extorquir o pobre Bilbo, não conseguiu mais do que oferecido e partiu.

Já o Pequeno Hobbit, seguiu rua afora em direção ao pequeno centro comercial próximo de sua casa, e lá pagou a seus parentes, lhe dando uma longa lista de compras para que pudessem conseguir trazer tudo para a dita festa do Hobbit. Enquanto ele que não podia ficar perto de grupos de Hobbits, pois este vinham lhe perguntar sobre a festa, e falavam de insinuações sobre parentes distantes que deveriam ser devidamente convidados. E diante disso, correu de volta à sua toca, onde ficou a escrever alguns trechos à mais de seu livro, ou então fumava seu caximbo, soltando belos anéis, enquanto cantarolava algumas canções élficas, sempre com os olhos fixados ou no Mapa de Thrór, ou em sua Espada Ferroada, ou em sua Cota de Malha de Mithril, ou então para o Vazio enquanto mantinha seu anel firme em seus dedos dentro do bolso de seu casaco vermelho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bilbo Bolseiro

avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/01/2010

MensagemAssunto: Re: O Bolsão (Bag End)   Seg Mar 08, 2010 3:21 pm

Uma Festa Muito Esperada

Quando o Sr. Bilbo Bolseiro do Bolsão anunciou que em breve celebraria seu onzentésim primeiro aniversário com uma festa de especial grandeza, houve muito comentário e agitação na Vila dos Hobbits.

Bilbo era muito rico e muito peculiar, e tinha sido a atração do Condado por sessenta anos, desde seu notável desaparescimento e inesperado retorno. As riquezas trazidas de suas viagens tinham agora se transformado numa lenda local, e popularmente se acreditava que a Colina em Bolsão estava cheia de túneis recheados com tesouros. E se isso não fosse o suficiente para se ter fama, havia também seu vigor prolongado que maravilhava as pessoas. O tempo passava, mas parecia ter pouco efeito sobre o Sr. Bolseiro.

Aos Noventa anos, parecia ter cinqüenta. Aos noventa e nove, começaram a chamá-lo de bem conservado; mas inalterado ficaria mais próximo da realidade. Havia pessoas que balançavam a cabeça e pensavam que isso era bom demais; parecia injusto que qualquer pessoa possuísse (aparente) a juventude perpétua, além de (supostamente) uma riqueza inexaurível.

- Isso terá seu preço.- Diziam eles - Não é natural e trará problemas.

Mas até agora os problemas não haviam chegado, e como o Sr. Bolseiro era generoso com seu dinheiro, a maioria das pessoas estava disposta a perdoar suas esquisitices e sua boa sorte. Continuou se relacionando em termos de cortesia com sua família (com exceção, é claro, dos Sacola-Bolseiros), e tinha muitos adimiradores devotados entre os Hobbits de famílias pobres e sem importância. Mas não tinha amigos íntimos, até seus primos mais jovens começaram a crescer.

O mais velho deles, e favorito de Bilbo, era o jovem Frodo Bolseiro. Quando Bilbo tinha noventa e nove anos, adotou Frodo como seu herdeiro, e o trouxe para viver em Bolsão, e os Sacola-Bolseiros finalmente perderam as esperanças. Por acaso, Bilbo e Frodo faziam aniversário no mesmo dia, 22 de setembro.
- Seria melhor que você viesse morar aqui, Frodo, meu rapaz!- Disse Bilbo um dia - , e então poderemos comemorar nossos aniversários juntos e com mais conforto. Nessa época Frodo ainda estava na vintolescência, que é como os hobbits chamavam os anos irresponsáveis entre a infância e a maioridade aos trinta e três anos.

Mais doze anos se passaram. Todo ano os Bolseiros davam animadas festas duplas de aniversário em Bolsão; mas agora se estendia que alguma coisa muito excepcional estava sendo planejada para aquele outono. Bilbo ia fazer noventa e um anos, 111 , um número bastante curioso, e uma idade muito respeitável para um hobbit (Mesmo o Velho Tûk só havia chegado aos 130); e Frodo ia fazer trinta e três, 33, um número importanto: o ano em que se tornaria um adulto.

As línguas começaram a se agitar na Vila dos Hobbits e em Beirágua, e rumores do evento que se aproximava viajaram por todo o Condado. A história e a personalidade do Sr. Bilbo Bolseiro se tornaram novamente o assunto principal das conversas, e as pessoas mais velhas repentinamente encontrarem grande receptividade para suas lembranças.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bilbo Bolseiro

avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/01/2010

MensagemAssunto: Re: O Bolsão (Bag End)   Qua Mar 10, 2010 6:41 pm

Ninguém tinha uma platéia mais atenta que o velho Ham Gamgi, geralmente conhecido como Feitor. Ele contava história no Ramo de Hera, uma pequena hospedaria na etrada de Beirágua, e falava com certa autoridade, pois tinha cuidado do jardim de Bolsão por quarenta anos, e tinha ajudado o velho Holman no mesmo serviço antes disso. Agora ele estava ficando velho e com as juntas endurecidas, o serviço era feito principalmente por seu filho Sam Gamgi. Tanto pai quanto filho tinham relações muito boas com Bilbo e Frodo. Moravam na própria Colina, no número 3 da rua do Bolsinho, logo abaixo de Bolsão.

- O Sr. Bolseiro é um hobbit muito cavalheiro e gentil, como eu sempre disse. - declarava o Feitor. E diziaa mais perfeita verdade: Bilbo era gentil com ele, chamando-o de Mestre Hamfast, e constantemente o consultava sobre o cultivo de legumes - em se tratando de raízes, especialmente batatas, o Feitor era considerado por todos na vizinhaça. (inclusive ele próprio) a autoridade mais importante.

- Mas e esse Frodo que mora com ele? -perguntou o Velho Noques de Beirágua - O seu nome é Bolseiro, mas ele tem muito dos Brandebuques, pelo que dizem. Eu não entendo o motivo pelo qual um Bolseiro na Vila dos Hobbits vai procurar esposa lá na Terra dos Buques, onde as pessoas são tao estranhas.

- Não é de adimirar que sejam estranhas - acresentava Papai Doispé (o vizinho de lado do Feitor) -, pois eles moram do lado errado do rio Brandevin e bem perto da Floresta Velha. Aquele é um lugar escuro e ruin, se metade das histórias for verdade.

- Você esta certo, Pa! - Disse o Feitor - Não é que os Brandebuques da Terra dos Buques morem na Floresta Velha, mas ele são uma raça estranha ao que parece. Vivem para cima e para baixo de barco naquele rio grande - e isso não é natural. Não é de espantar que surjam problemas. Mas, seja como for, o Sr. Frodo é um jovem hobbit tão gentil quanto se poderia desejar. Exatamente como o Sr. Bolseiro. Afinal de contas, seu pai era um Bolseiro. Um hobbit decente e respeitável, o Sr. Drogo Bolseiro; nunca houve o que dizer dele, até que morreu afogado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Bolsão (Bag End)   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Bolsão (Bag End)
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Middle Earth - Tatical II  :: Reinos e Cidades :: O Condado-
Ir para: